CATEGORIA PROJETOS

logo atencao 
ATENÇÃO !
ALGUNS PROJETOS REALIZADOS PELO INSTITUTO ECOBRASIL NÃO ESTÃO DIVULGADOS POR CLÁUSULA CONTRATUAL DE SIGILO.

PARQUE DO MANGUE, Paraty (2017)

logo Parque do Mangue fundoWEB  logo EcoBrasil 300x120px

Promoção     Condomínio Pedra Grande do Itu
Parceiros Instituto EcoBrasil
EcoBrasil Roberto M.F. Mourão, coordenador

 

TRILHAS E MIRANTES DO FORTE DEFENSOR PERPÉTUO DE PARATY, Paraty (2014-2015)

logo forte defensor perpetuo verde  logo FRM  logo IBRAM  logo EcoBrasil 300x120px

Promoção     Fundação Roberto Marinho (FRM)
Parceiros Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM)
  Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)
Apoio Forte Defensor Perpétuo, Paraty
EcoBrasil Roberto M.F. Mourão, coordenador

ANÁLISE DE IMPACTOS DE CRUZEIROS DE MARÍTIMOS, Ilha Grande, Angra dos Reis (2009-2010)

logo EcoBrasil 300x120px  cruzeiros logo codig

Promoção Instituto EcoBrasil
Parceria Comitê de Defesa da Ilha Grande (Codig)
Analista  Roberto M.F Mourão, consultor

CENTRE POUR FORMACION EN HOTELLERIE ET ECOTOURISME, Côte des Arcadins, Haiti (2011-2014)

logo VIVARIO  logo CRCA haiti  Logo BuildAid 310x250px  Logo MinTUR HAITI 230x150px  logo EcoBrasil 300x120px

Promoção     Viva Rio, Brasil
Parceria BuildAid, Noruega
  Ouanga Bay Beach Hotel, Haiti
  Conseil Régional Côte des Arcadins, Haiti
  Ministère du Tourisme et des Industries Créatives du Haïti, Haiti
  Mission des Nations Unies pour la Stabilisation en Haïti (Minustah, ONU)
Projeto Instituto EcoBrasil, Brasil
Coordenador Roberto M.F Mourão, consultor
AVALIAÇÃO DO ROTEIRO DO SURFE NA POROROCA, RIO ARAGUARI (Amapá, 2005)
logo SEBRAE  logo EcoBrasil 300x120px
Promoção Sebrae Nacional
Parceria Sebrae Amapá
Execução Instituto EcoBrasil
  Ariane Janér, consultora
  Roberto M.F Mourão, consultor

EXCELÊNCIA EM TURISMO: Aprendendo com as Melhores Experiências Internacionais (2004-2005)

Logo EMBRATUR Ministerio Tur 2003 2x6cm  logo SEBRAE  logo EcoBrasil 300x120px

Promoção Empresa Brasileira de Turismo (Embratur)
Parceria Sebrae Nacional
Idealização Instituto EcoBrasil
  Roberto M.F Mourão, consultor

PROGRAMA DE MELHORES PRÁTICAS PARA O ECOTURISMO (Programa MPE) (2000-2003)

logo programa mpe com titulos  logo funbio programa mpe  logo EcoBrasil 300x120px

Promoção Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) (organização promotora)
Parceiros Banco da Amazônia (BASA)
  Empresa Brasileira de Turismo (Embratur)
  Financiadora Nacional de Estudos e Projetos (FINEP)
  Ministério do Meio Ambiente (MMA)
Apoio Reserva Natural da Vale do Rio Doce, Linhares, ES
  Varig Linhas Aéreas
  Wöllner Comércio de Confecções
EcoBrasil Roberto M.F. Mourão, coordenador
  Ariane Janér, consultora
  Marcos Martins Borges, coordenador

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE ECOTURISMO EM RESERVAS EXTRATIVISTAS (Resex) (1998)

logo cnpt ibama  logo IBAMA  logo SEBRAE  logo grupo nativa  logo EcoBrasil 300x120px

Em parceria com o Grupo Nativa, Goiania, GO

Promoção

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA)

  Centro Nacional para o Desenvolvimento das Populações Tradicionais (CNPT)
Apoio Ministério do Meio Ambiente (MMA) 
  Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais do Brasil (PPG-7)
  Secretaria de Coordenação da Amazônia (SCA-MMA)
  Sebrae Amapá
EcoBrasil Marcos Martins Borges, coordenador
  Roberto M.F Mourão, consultor

    

PROGRAMA-PILOTO DE ECOTURISMO EM TERRAS INDÍGENAS (1997)

 

RIO-92 CATÁLOGO DE TURISMO ESPECIALIZADO ABAV-EMBRATUR-EXPEDITOURS (1992)

Rio 92 RIO 92  logo ABAV  Logo EMBRATURMinTur2003  Logo EXPEDITOURS 

Promoção      Associação Brasileira de Agências de Turismo (Abav)
  Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur)  
Apoio Editora Ediouro, Rio 
Execução  Expeditours, The Natural Way to Discover Brazil
  Roberto M.F. Mourão, coordenador, EcoBrasil

DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE ECOTURISMO (1994)

diretrizes 00 capa

Promoção     Ministério do Meio Ambiente (MMA)
   - Secretaria da Amazônia Legal
   - Ministério da Indústria, Comércio e Turismo (MICT)
 Parceria Empresa Brasileira de Turismo (Embratur)

 

Plano Diretor de Turismo da Ilha Grande 1997

Execução: Tangará Serviços em Meio Ambiente e Turismo

Equipe

  • Silvana Campelo, coordenadora
  • George Georgiadis, consultor
  • Roberto M.F. Mourão, consultor

 

Perfil do Turismo


Padrões de Desenvolvimento Turístico
(terminologia extraida das entrevistas com a população da Ilha Grande)

"Bacanas"

  • Veranistas com barco próprio ou alugado
  • Convidados de veranistas
  • Brasileiros com alto poder aquisitivo
  • Turistas estrangeiros

 "Duristas"

  • Campistas (“hippies”)
  • Pessoas de baixo poder aquisitivo
  • Mochileiros (gringos e brasileiros)

"Pacotão" (Turista “empacotado”)

  • Turistas que viajam em grandes grupos
  • Grupos formados por agentes de viagem (pacotes turísticos)
  • Pessoas de médio poder aquisitivo

 

"BACANAS" - "DURISTAS" - "PACOTÃO"

Ilha Grande 1997 padroes desenvolvimento turismo

"BACANAS"

ilha grande 1977 bacanas

"DURISMO"

ilha grande 1977 tipo duristas

"PACOTÃO"

ilha grande 1977 tipo pacotao

ilha grande 1997 confronto socio economia bacanas durismo pacotao

SAZONALIDADE - ALTA / BAIXA TEMPORADAS 

ilha grande 1977 fluxo turismo ilha grande

ilha grande 1977 fluxo internacional curva tipica

ilha grande 1977 fluxo turismo nacional internacional

PESQUISA DO PERFIL DO VISITANTE

ilha grande 1977 procedencia barca abraao

ilha grande 1977 procedencia abraao barca enseadas

ilha grande 1977 procedencia visitante

ilha grande 1977 procedencia pousadas enseada

ilha grande 1977 tipo transporte continente

ilha grande 1977 fatores indutores

ilha grande 1977 praticas atividades lazer

ilha grande 1977 perfil veiculos influencia

ilha grande 1997 viagem organizada agencia

ilha grande 1997 perfil media pousadas abraao enseadas

ilha grande 1997 tamanho grupo

ilha grande 1997 faixa renda

ilha grande 1997 retorno

ilha grande 1997 interesses futuros

 

 

Plano Diretor de Turismo da Ilha Grande 1997

Assuntos Relacionados

 


 

 

 

 

 


ILHA GRANDE panoramica

 

Plano Diretor de Turismo da Ilha Grande 1997

Execução
Tangará Serviços em Meio Ambiente e Turismo

Equipe

  • Silvana Campelo, coordenadora
  • George Georgiadis, consultor
  • Roberto M.F. Mourão, consultor

 

Caracterização do Turismo na Ilha

Alto Potencial Turístico

  • Combinação “Mar & Floresta”
  • Exuberante fauna e flora tropical
  • Praias “selvagens” com areia branca e fina
  • Águas mornas e propícias ao banho, natação e mergulho
  • Montanhas imponentes (“skyline” característico)
  • Contexto cultural significativo (“caiçara”)
  • Contexto histórico nacional

Alto Potencial Eecoturístico Internacional

  • Proximidade do Rio de Janeiro e de São Paulo
  • Mata Atlântica considerada prioridade ecológica mundial
  • Diversidade de ambientes (restingas, mangues, costões, etc)
  • Existência de parques e reservas de relevância global Existência de atrativos naturais (grutas, picos panorâmicos)
  • Existência de 110 kms de trilhas pela mata
  • Presença de vilas “caiçaras”
  • Existência de atrativos históricos


Destinos Concorrentes Ilha Grande x Outras Ilhas

  • Brasil: Noronha, Ilhabela, Itaparica, Itamaracá
  • Caribe: Aruba, Cozumel, Jamaica, Virgens, Bahamas, Grand Cayman
  • Pacífico: Tahití, Withsundae
  • Índico: Seychelles, Zanzibar


Desvantagens Comparativas

  • Chove muito (“rain”forest)
  • Frequente turbidez natural da água
  • Temperaturas “baixas” - maio a outubro
  • Baixa diversidade de fauna / flora aquática
  • Infraestrutura de apoio inexistente
  • Parques e reservas não implantadas


Vantagens Comparativas

  • Mata exuberante todo o ano
  • Montanhas cobertas de Mata Atlântica
  • Agua fresca abundante (cachoeiras, rios)
  • Existência de vilas “caiçaras” tradicionais
  • Cultura típica (canoas, casas coloniais, etc.)
  • “Sensação” de isolamento (sem carros, pontes, aeroportos)

 
Detalhamento dos Problemas

Por que a Ilha Grande não desenvolve seu alto potencial para o Ecoturismo internacional?

  • O turismo se estabeleceu na Ilha de forma desordenada e predatória
  • Muitos habitantes da Ilha se engajaram no turismo sem preparo, vocação ou conscientização prévias
  • Apesar de conter atrativos naturais em abundância, a Ilha carece de produtos de ecoturismo de qualidade
  • Há um atrito entre a população e as unidades de conservação, em especial o Parque Estadual e a Reserva Biológica
  • A infraestrutura de recepção e distribuição é inadequada para receber visitantes e distribuí-los pelas áreas onde poderia ocorrer o ecoturismo
  • Empreendedores da Ilha carecem de know-how e financiamentos necessários para implantar e operar empreendimentos e roteiros turísticos de alto padrão
  • Investidores interessados em ecoturismo sustentável evitam a Ilha Grande devido aos riscos associados a investimentos de longa amortização

 

 

Plano Diretor de Turismo da Ilha Grande 1997

 

Assuntos Relacionados

 

 

logo Mar de CulturaChias


Plano de Desenvolvimento do Turismo Cultural de Paraty

Fase III: O Plano Operacional de Desenvolvimento

 

Macro-programa 7 - Marketing nos Mercados

  • P14. Programa de Identidade Turística
  • P15. Programa de Promoção nos Mercados
  • P15. S1 Promoção para a Imprensa
  • P15. S2 Promoção para o Trade
  • P15. S3 Promoção aos Turistas
  • P16. Programa de Gestão da Informação de Mercado

 

P14. Programa de Identidade Turística

mar cultura III P14 106 identidade

mar cultura III P14 112 identidade

mar cultura III P14 118 identidade


P15. Programa de Promoção nos Mercados

PS1. Promoção para a Imprensa

mar cultura III P15 124 promocao imprensa

S2. Promoção para o Trade Turístico

mar cultura III P15 129 promocao trade

S3. Promoção aos Turistas

mar cultura III P15 136 promocao turistas

P16. Programa de Gestão da Informação de Mercado

mar cultura III P16 139 info mercado

 

 

Mar de Cultura
Plano de Desenvolvimento do Turismo Cultural de Paraty

 

 

logo Mar de CulturaChias


Plano de Desenvolvimento do Turismo Cultural de Paraty

Fase III: O Plano Operacional de Desenvolvimento

 

Macro-programa 6 - Marketing Interno e Comunicação

  • P12. Consciência Ambiental
  • P13. Valorização Cultural

 

P12. Consciência Ambiental

mar cultura III P12 92 ambiental


P13. Valorização Cultural

mar cultura III P13 101 valoracao cultural

 

 

Mar de Cultura
Plano de Desenvolvimento do Turismo Cultural de Paraty

 

logo Mar de CulturaChias


Plano de Desenvolvimento do Turismo Cultural de Paraty

Fase III: O Plano Operacional de Desenvolvimento

 

Macro-programa 5 - Planejamento e Gestão

  • P11. A Gestão do Destino

 

P11. A Gestão do Destino Turístico

mar cultura III P11 82 gestao

mar cultura III P11 86 gestao

mar cultura III P11 90 gestao

 

 

Mar de Cultura
Plano de Desenvolvimento do Turismo Cultural de Paraty